A Voz do Povo

Anuncie Aqui

sábado, 30 de janeiro de 2010

Aniversário da Brasilândia 63 anos

Jornal a voz do Povo participa do aniversário da Brasilândia

O Jornal a voz do Povo esteve também no aniversário da vila Brasilândia onde compareceram muitas atrações Como Arlindo Cruz, Chico César, Duda Ribeiro, João Terra e muitas outras atrações.
Os 63 anos de Brasilândia comemorados no dia 02 de janeiro com o apoio da Secretaria da Cultura e da e da Subprefeitura, através do coordenador da cultura Professor Rubens e o apoio cultural do vereador Claudinho de Souza, mostramos que a Brasilândia está de parabéns e cada vez mais se valoriza com a sua história.

A Brasilandia é um bairro que ainda esta em fase de desenvolvimento econômico e social.
Jornal a voz do Povo tem observado um forte crescimento de organizações sociais diversas, desenvolvendo trabalhos na Brasilândia, em áreas como cultura, educação e meio ambiente. Várias iniciativas estão acontecendo ao mesmo tempo.
Esse diversificado ambiente se contrasta com a realidade local que não é divulgado pela imprensa monopolizada comandada por quartel de Jornalista Ditadores e comprados pelo sistema.
Que so publica o que é de interesse do governo e nunca o que é de interesse da comunidade.
E outros jornalistas que mais parece carniceiros que só vinham na Brasilândia mostrar assassinatos traficantes e com isso denegrir mais a imagem da Brasilândia como sempre aconteceu.
A Brasilândia se superou com a festa e o povo curtiu o som das atrações convidadas e mesmo debaixo de chuva não desistiram de prestigiar o evento.

A Brasilandia tem melhorado bastante, sabemos que ainda falta muito para mudar as condições de vida no bairro e é necessário intensificar a presença do poder público na área. Mas, penso que, ao lado disso, precisamos encontrar mecanismos para valorizar e aumentar a auto-estima dos moradores, como esse evento do dia 24/01/2010 potencializamos e divulgamos as iniciativas existentes, trocamos experiências e, com isso, estamos atraindo novos investimos e obtivemos apoio externo.
Temos um grande capital social no bairro que precisa desabrochar e se tornar conhecido na cidade.
As experiências de outras regiões mostram que esse tem sido um caminho bem sucedido para romper com o ciclo da violência e da exclusão social.
Quando os cidadãos passam a ser protagonistas e atuam pela sua coletividade, as mudanças acontecem mais rápido e os bairros melhoram.
A ocupação desordenada do bairro não deixou espaços livres para criação de áreas de lazer e cultura e construção de novos equipamentos públicos.
Os escassos equipamentos da Prefeitura e do Estado são mais do que insuficientes para atender a elevada população.
As moradias refletem também o resultado da combinação entre ocupação desordenada e pobreza: quanto mais entramos nos fundões da Brasilândia, mais encontramos moradias em situação de risco de deslizamento e ruas e casas com características áridas, dando um tom cinzento ao bairro.

veja também o vídeo do evento!


Eles e outro fizeram a festa na Brasilãndia.
























Um comentário:

  1. por favor,aonde estão os videos desta festa???????????

    ResponderExcluir

Veja os Telefones Uteis Clicando aqui

Cantinho do Leitor