A Voz do Povo

Anuncie Aqui

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

O surgimento de São Paulo e seus Problemas

Fundação de São Paulo

O surgimento de São Paulo e seus Problemas!

Há 456 anos alguns padres jesuítas acompanhados por poucos colonos portugueses e alguns indígenas fundaram a Vila de São Paulo de Piratininga, que séculos mais tarde, seria uma das maiores metrópoles do mundo. Mas a verdade é que por mais de 350 anos ela não passou de uma pequena vila que devia sua importância mais à localização estratégica _ a vila era a porta de entrada para o sertão _, que pela sua economia.
Que o leitor não se engane com a vila pobre e acanhada descrita nos livros de História. No final do século XVI as Capitanias de Santo Amaro _ a qual São Paulo pertencia _ e de São Vicente _ foram unificadas sob a denominação de Capitania de São Paulo, a maior da colônia que até 1750 compreendia o que hoje são as regiões Sul, Sudeste, e Centro-Oeste do Brasil. Suas principais atividades econômicas, o aprisionamento de índios e a mineração não beneficiaram diretamente a vila, mas dotaram-na de uma rede de estradas e rotas comerciais que foram determinantes para seu desenvolvimento a partir do século XIX.
A São Paulo que hoje faz aniversário possui poucos marcos da vila de Piratininga. A cidade colonial foi substituída pela cidade dos barões do café, que foi posta abaixo para dar lugar à cidade industrial que também já cedeu lugar à atual cidade dos serviços e do setor financeiro, dos arranha céus e das favelas. Já foi uma cidade de caipiras, de imigrantes estrangeiros e de migrantes nordestinos. Estes últimos freqüentemente responsabilizados pelo males da cidade, quando a culpados pelo caos urbano é de uma elite que nunca se importou em transformar cada pedaço da cidade em dinheiro. Um elite que se diz orgulhosa por ser paulista, mas que é incapaz de se reconhecer como “local”, precisando recorrer a referências estrangeiras para se identificar. São os descendentes desses migrantes, e não os da elite tradicional, que estão forjando a São Paulo do século XXI, que será ainda uma cidade de migrantes, mas terá uma proporção cada vez maior de habitantes nascidos nela. Segundo o IBGE, no censo de 2000 metade dos moradores da cidade já haviam nascidos aqui, o que não acontecia desde 1890!
Que esta São Paulo seja mais humana, mais justa e deixe de ser uma cidade de poucos, para ser uma cidade de todos.
São Paulo é a décima capital mais rica do mundo, mesmo assim tem seus problemas sociais alarmantes a falta de estrutura social não funciona ainda, tem pessoas amontoadas nos córregos e empilhados nos morros.
E quando é feita as desocupações é oferecido aos moradores dos córregos uma quantia para seguir a sua vida em outro local que também será invadida em outras áreas como encosta das matas causando mais prejuízos ao meio ambiente.
É um descaso humano com quem constrói a nossa cidade todos os dias, o projeto moradia no Brasil é uma piada uns finge que constrói casas polares e outros enquanto morre soterrados por falta de uma moradia digna.
São Paulo completa 456 anos com muitos problemas sociais que precisa ser resolvidos
Os esgotos de alguns bairros não são tratados e são jogados e revelia nas galerias pluviais com isso causando maus prejuízos ao meio ambiente.
Mesmo assim eu quero parabenizar São Paulo por mais uma conquista pelos seus 456 anos de migração nordestina um povo que vieram de longe largaram suas famílias e parentes e vieram em busca de um sonho o sonho de se dar bem.
Sonhos de muitos migrantes que batalho pra que essa cidade se tornasse o que ela é hoje a décima maior metrópole do mundo.
Parabéns São Paulo pelo seu dia
Jair Ribeiro (Juquinha Jornalista comunitário)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja os Telefones Uteis Clicando aqui

Cantinho do Leitor