A Voz do Povo

Anuncie Aqui

terça-feira, 26 de julho de 2011

Dicas de postura para zeladores e porteiros



Cartilhas para serem entregues aos porteiros, zeladores e faxineiros

Para facilitar a comunicação entre o síndico e os funcionários do condomínio, algumas regras e posturas devem estar sempre claras para ambos. Por isso, o Jornal a voz do povo preparou três cartilhas rápidas com procedimentos e dicas importantes para porteiros, auxiliares de limpeza e zeladores.
Simples e objetivas, até adapatadas à realidade do seu condomínio.
Cartilha 01 - Zelador

10 DICAS DE POSTURA E COMPORTAMENTO DO ZELADOR EFICIENTE

Caro profissional.
Para a elaboração de um bom trabalho em nosso condomínio, algumas informações devem estar no seu dia-a-dia. Abaixo estão 10 dicas e lembretes que vão lhe ajudar a melhorar seu trabalho e manter sua qualidade.
01- Cumprimente sempre seus colegas de trabalho e moradores do condomínio.
02- Uma boa aparência contribui para um ambiente de trabalho harmônico, por isso, esteja sempre bem vestido e limpo.
03- Mantenha-se sempre informado sobre os trabalhos que são desenvolvidos por outros funcionários do condomínio.
04- Para melhor gerenciar os trabalhos, tenha total domínio das funções, sabendo até executá-las. Isso ajudará a identificar erros e corrigi-los.
05- Mais importante do que apontar um erro é apresentar a solução para ele.
Pergunte aos moradores do condomínio quanto à qualidade dos serviços prestados por você e sua equipe.
06- Incentive a revelação do erro por parte dos funcionários, e sempre discuta sobre eles para que não ocorram novamente.
07- Procure ser um profissional diferenciado. Para isso, mantenha-se sempre bem informado e procure cursos que possam complementar seu trabalho.
08- Tenha sempre à mão os manuais e certificados dos produtos utilizados no condomínio e de elevadores e bombas de piscina, por exemplo. Eles possuem informações importantes para sua manutenção.
09- Procure sempre manter a equipe de funcionários integrada e com bom relacionamento.
10- O ambiente de trabalho é fundamental para a elaboração de bons serviços.

Cartilha 02 - Porteiro

11 DICAS DE POSTURA E COMPORTAMENTO DO PORTEIRO EFICIENTE

Caro profissional,
Para a elaboração de um bom trabalho em seu condomínio, algumas informações devem estar no seu dia-a-dia. Abaixo estão 11 dicas e lembretes que vão lhe ajudar a melhorar seu trabalho e manter sua qualidade.
Cumprimente sempre seus colegas de trabalho e moradores do condomínio.
Uma boa aparência contribui para um ambiente de trabalho harmônico, por isso, esteja sempre bem vestido e limpo.
As regras de segurança devem ser cumpridas de maneira rígida. Desobedecê-las pode colocar a vida dos moradores e funcionários em risco.
Qualquer abordagem deve ser feita com delicadeza e educação.
Não abra exceções quanto à entrada no condomínio e sempre identifique as entradas e saídas de visitantes.
Fique atento ás movimentações externas, principalmente quando um funcionário do condomínio faz serviços externos.
Não comente sobre a rotina do condomínio nem mesmo com conhecidos. A discrição é também um item de segurança.
Sempre que cometer um erro, não tenha medo de comunicá-lo e discutir o que levou a ele com seu o seu supervisor.
Pessoas estranhas e que não são funcionárias não podem ter acesso à guarita da portaria.
Identifique sempre um visitante com um crachá, se possível, além de anotar todos os seus dados. Parte da segurança está em proporcionar essa sensação aos moradores.
Os portões de segurança não devem ser ignorados. Use-os de acordo com as regras de segurança estabelecidas.

Porteiros motivados

Dicas para tornar o ambiente de trabalho confortável e motivar esses profissionais

Trabalhar por horas em uma portaria não é algo fácil. É preciso estar atento às movimentações e seguir uma série de cuidados ao liberar a entrada de pessoas no condomínio.
O porteiro noturno tem ainda um outro problema a ser enfrentado, o sono que bate sempre na hora errada.
Além de todos esses cuidados, normalmente a guarita não é o local mais confortável para se ficar confinado.
Então, o SíndicoNet pesquisou e traz algumas dicas de como fazer desse ambiente um local de trabalho confortável que não tire a qualidade de vida e profissional do porteiro.
Veja o que conseguimos:
GUARITA
Para preservar a segurança do condomínio e do funcionário, é preciso que a guarita esteja instalada em um local com visibilidade total das principais entradas. A iluminação deve ser boa, de forma que o porteiro consiga identificar quem está na entrada do prédio.
O tamanho da guarita deve levar em consideração a quantidade de pessoas que lá trabalham, assim como a sua utilização (comercial, industrial ou residencial).
No geral, elas devem possibilitar a movimentação dos profissionais com tranqüilidade, assim como acondicionar corretamente os equipamentos ali instalados. O monitor, por exemplo, deverá ter uma distância de aproximadamente 80 a 100 cm do rosto do profissional.
Este ambiente deve possuir, no mínimo, um sistema de comunicação eficiente (para dentro e para fora do condomínio), um assento ergonômico, uma bancada para apoiar equipamentos e livros de controle, iluminação com dimmer e ventilação adequada (se necessário ar-condicionado ou ventilador).
O portão da frente deve ser bem iluminado, pois ajuda no trabalho de reconhecimento.
Os vidros devem possuir característica de não possibilitar a visão de “fora para dentro”. Para isso, além da película, o condomínio pode optar por vidros escurecidos de fábrica, aumentar a distância entre funcionário e visitante e vidros em ângulo.
Guaritas blindadas também aumentam a segurança, mas só são válidas se houver uma boa infra-estrutura no condomínio, como portões, muros, entradas bem vigiadas, que funcionariam como complemento. A blindagem deve ser feita na alvenaria e nos vidros.
Uma possibilidade é conversar com um arquiteto e um consultor de segurança para planejar o layout, posição dos equipamentos, tipo de mesa/balcão, de forma que facilite o trabalho do porteiro.

CONFORTO

É preciso pensar na segurança e no conforto. Ficar trancado num espaço pequeno não é nada fácil. Veja algumas dicas para melhorar o ambiente de trabalho.
A guarita precisa ser arejada. Locais abafados provocam mais sonolência.
Se o local for pequeno, o uso de ventiladores ou ar-condicionado é essencial, sobretudo durante o verão. Estes equipamentos são fundamentais para um bom andamento do trabalho do profissional.
Geralmente os condomínios não disponibilizam estes equipamentos.
Um conceito errado ouvido pelos especialistas com freqüência é: se eu não tenho ar-condicionado em meu apartamento o porteiro pode ter? O porteiro - ou qualquer profissional que trabalhe na guarita - está exercendo a sua atividade profissional e precisa ter um certo conforto para manter a sua eficiência.
Uma boa iluminação interna e externa é essencial. A externa ajuda o porteiro a identificar quem está passando na região e a interna ajuda a evitar sonolência.
Outra medida é a compra de uma cadeira adequada. O assento deve possuir regulagem de altura - e a altura máxima/mínima deve estar condizente com a altura da bancada - além de apoio para os braços. Para os bancadas mais altas, recomenda-se também um assento com apoio para os pés. Deve ser feita também uma verificação constante deste equipamento - pois é o assento é um equipamento. Isso evita eventuais ausências dos profissionais por dores musculares ou nas costas.
Bebedouro é fundamental para que o funcionário se mantenha hidratado, sobretudo em dias quentes.

SEM COCHILOS
Para evitar que os porteiros durmam durante o expediente – principalmente os que trabalham no período noturno – existem alguns aparelhos no mercado que podem ser utilizados. Um deles dispara
um alarme a cada 15 minutos ou no intervalo que o síndico programar. Para o alarme não tocar, o porteiro deve apertar o botão nos intervalos determinados.
Outra estratégia é colocar à disposição dos porteiros água e café, este último é um bom aliado para afastar o sono.
Pode ser providenciada uma cafeteira elétrica que permanecerá na portaria.
O condomínio pode optar também por uma garrafa térmica com café, o problema é definir quem será o responsável pela bebida. Isso pode ser acertado com o zelador.
Alguns consultores defendem também a aplicação de técnicas de gestão de pessoas, ou seja, como motivar e liderá-los. É feito um trabalho de conscientização e busca de comprometimento do porteiro. Ele está lá primeiro para se proteger e depois para proteger outras vidas. Traçar metas de segurança com premiações, por exemplo, pode ajudar.

BANHEIRO
Embora não exista nenhuma norma obrigando a instalação de um banheiro dentro da guarita, é recomendável que exista um. Especialmente quando o condomínio trabalha com um número reduzido de profissionais. Além de reduzir o tempo de espera para entrar ou sair do condomínio, diminui a "exposição" deste profissional. Um cuidado especial deve ser tomado em relação à janela do banheiro. Ela deve ser pequena para evitar possíveis invasões. Se houver blindagem, melhor ainda.

TELEVISÃO
Muitos condomínios disponibilizam televisão na portaria, alguns inclusive com serviço de TV por assinatura, mas isso não é visto como uma boa idéia pelos especialistas, já que pode distrair os profissionais.
Durante o dia, com diversos canais a disposição, o porteiro pode relaxar com os programas e se distrair, o que prejudica o trabalho.
Para quem faz a jornada noturna, além da distração, a TV provoca sonolência e, provavelmente, o porteiro irá dormir.
Alguns especialistas defendem que os porteiros dorminhocos sejam punidos com advertência, pois a falta de atenção compromete a segurança do condomínio.


Dicas de Segurança

O mês de janeiro é geralmente a época em que a maioria das pessoas prefere tirar férias e viajar por algum tempo e é neste período que ocorrência de assaltos nas residências cresce consideravelmente. Por isso, antes de sair de casa, é necessário tomar alguns cuidados importantes para evitar aborrecimentos e prejuízos. Em primeiro lugar, se precisar que alguém regue as plantas ou dê comida aos animais em sua ausência, deixe as chaves de sua casa ou apartamento com um vizinho que seja de sua confiança e peça a ele que faça este favor; não deixe as chaves com funcionários do condomínio.
Não se esqueça também de deixar um telefone de contato, para que possam localizá-lo em caso de emergência. Não comente com muitas pessoas o período da viagem e nem que a residência estará vazia, pois em um condomínio as notícias facilmente se espalham e isso pode ser perigoso. Além destes cuidados, antes de sair se certifique se todas as portas, inclusive as internas (quartos, corredor, cozinha), e janelas estão trancadas e se o alarme está ativado.

Dicas de segurança para condôminos

- A sua compreensão e colaboração são fundamentais para a segurança do Condomínio;
- Elogiar as ações dos funcionários que visam a garantir a segurança de todos os condôminos, mesmo quando representam algum transtorno para si ou para suas visitas;
Ao chegar ou sair da garagem, observar se não há pessoas estranhas ou suspeitas, aguardando ou dando voltas até sentir-se em segurança;
Ao estacionar seu veículo na garagem, mantê-lo trancado, sem pacotes e objetos à vista e com o alarme ligado;
- Alertar a portaria para que receba as encomendas feitas, ou o avise para que vá atender ao entregador na recepção;
- Quando solicitado à portaria, verificar se o assunto lhe diz respeito, e só então descer à recepção para atender;
- Ao contratar empregados (domésticas, babás, motoristas, etc.) somente os receber na portaria. Exigir documentação e referências, averiguando a autenticidade e veracidade das informações;
- As chaves de todas as dependências não devem ser deixadas com os empregados, mantendo algumas dependências isoladas. Assim como não deixar cópias das chaves na portaria.
Levantamento feito sobre assaltos a apartamentos, a partir do noticiário recente de São Paulo e Rio de Janeiro

Como são feito alguns disfarces

Funcionário de concessionárias de serviços públicos (água, energia elétrica, telefone, gás, correio) e ate Banhistas

Como entram

Alegam ter de fazer reparos dentro de algumas unidades, ou no caso do carteiro, ter de entregar em mãos determinada correspondência.
Casos no Rio de Janeiro. Geralmente em dupla, de sunga e chinelo invadem o prédio e levam o produto do furto em uma mochila.
Recentemente, um prédio em São Paulo foi invadido por um homem de terno entrando a pé pela garagem, quando um morador chegava com seu carro
- O porteiro não desconfiou de nada porque o homem estava bem-vestido
- Logo em seguida foi rendido pelo invasor, que o obrigou a abrir o portão para seus comparsas

Como evitar

- Pedir crachá com foto
- Não permitir a entrada nas unidades, se o serviço não foi solicitado pelo morador
- O porteiro tem de estar atento e conhecer os moradores do prédio. Não abrir o portão para estranhos antes de obter autorização da unidade a que se dirigem
- Aproveita-se da entrada de uma pessoa no prédio para "pegar uma carona" no portão aberto dos pedestres
- Para não despertar suspeitas, diz alguma coisa para a pessoa que está entrando, parecendo ao porteiro que ambos se conhecem
Outra vez, vale a atenção do porteiro. Se ficar na dúvida se conhece ou não a pessoa que entrou, deve abordá-la e perguntar para que unidade se dirige.
Já vimos inúmeros casos freqüente como o da a apresentadora Adriane Galisteu foi vítima de entregadores de flores, no ano passado. Sua empregada desceu para atender e foi rendida por três assaltantes.
- Não permitir a subida de entregadores às unidades, em nenhuma hipótese
- Antes de abrir o portão para receber a encomenda, o porteiro deve confirmar se o respectivo condômino a aguarda
- No caso de flores e presentes-surpresa, o melhor é que o próprio porteiro receba*.
- Outra garantia é instalar um "passador" de encomendas, para não abrir o portão nestes casos.

É recomendável que se estabeleça uma senha para o porteiro alertar os moradores por interfone, em situação de perigo, sem despertar suspeitas em eventuais assaltantes. Assim, pode-se evitar a invasão a unidades, se o porteiro for coagido a interfonar para pedir que uma pessoa desça para receber a encomenda.
Do mesmo modo, pode-se estabelecer um gesto que sirva de senha, para ser visto pelo morador através do olho-mágico, advertindo que o zelador ou o porteiro estão acompanhados de assaltantes.

CONDOMÍNIOS:

- Caso seu condomínio tenha sistema de portaria, procure fazer uma identificação eficiente das pessoas que circulam no local, tendo planilhas de controle de entrada e saída de pessoas.
Além do sistema de portaria procure sempre melhorar o sistema de segurança de seu condomínio com sistemas de segurança eletrônica eficientes.
- Se seu condomínio é de pequeno e médio porte e não tem condições de manter uma portaria, procure proteger o local com sistemas de segurança eletrônica tais como: alarme monitorado, c.f.tv e cerca elétrica.
- Nunca se acomode e pense que os sistemas de segurança de seu condomínio são ótimos e suficientes, procure sempre estar sempre informado sobre novos métodos de segurança disponíveis no mercado.
- Oriente seus porteiros e prestadores de serviços a nunca fornecer informações sobre moradores e sobre as rotinas do condomínio.
- Nunca abra portas e portões sem antes identificar as pessoas, pois, desta maneira estará facilitando e pondo em risco todos que moram no local.
- Procure ter um bom relacionamento com todos que residem no condomínio a fim de zelar pela segurança de todos.
- Procure colocar olho mágico em sua porta e reforce a mesma com fechaduras resistentes a fim de dificultar qualquer tipo de problema que venha a ocorrer.
- Tenha cuidado e atenção ao entrar e sair de seu condomínio, se desconfiar de algo não entre no local, de uma volta e comunique a portaria e a Brigada Militar o mais rápido possível.
- Nunca esqueça que o seu condomínio é um bem coletivo é que todos devem cuidar e zelar pela segurança e bem estar de todos que moram no local.

Jair Ribeiro (Juquinha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja os Telefones Uteis Clicando aqui

Cantinho do Leitor