A Voz do Povo

Anuncie Aqui

domingo, 7 de agosto de 2011

Seis suspeitos morrem em confronto



Bandidos invadiram supermercado em Parada de Taipas para roubar um caixa eletrônico
Seis pessoas suspeitas morreram após um confronto com policiais da Rota (Rondas Ostensivas Tobias Aguiar) e do 18º Batalhão da Polícia Militar na madrugada desta sexta-feira (5) em São Paulo. Segundo o coronel Adriano Telhada, comandante da Rota, a troca de tiros ocorreu durante uma tentativa de assalto a caixas eletrônicos em um supermercado em Parada de Taipas, na zona norte de São Paulo.

Linhas de ônibus são desviadas
Escola vizinha suspende aula

Segundo a polícia, o estabelecimento da rede Compre Bem, localizado na avenida Elísio Teixeira Leite, foi invadido por volta de 3h por cerca de dez bandidos fortemente armados, com escopetas e armas de calibre 12. Funcionários do local foram feitos reféns na câmara frigorífica do local.
Os policiais do 18º Batalhão, que tinham sido informados da ação, ficaram de campana no estacionamento até a chegada do reforço da Rota. Quando os bandidos estavam preparando a fuga, os PMs chegaram e foram recebidos a balas. Quatro carros aguardavam a quadrilha do lado de fora do supermercado.
Telhada informou que, após o tiroteio, a polícia encontrou três coletes à prova de bala com os bandidos, máscaras de esqui e dois fuzis. A perícia foi chamada para o local e a área foi isolada.
Nenhum dos cerca de 50 policiais envolvidos na ação foi baleado. Alguns apenas se machucaram ao tentar se proteger dos tiros. A polícia continua as buscas na região para tentar encontrar os outros bandidos. De acordo com Telhada, é possível que mais algum suspeito tenha se ferido e pode dar entrada em algum hospital da região.
O caso deve ser registrado no 74º Distrito Policial.
O distrito da Brasilândia é repleta de pessoas carentes onde não há esporte e lazer e para que não haja mais cenas como essas é importante investir mais na criança e no adolescente motivando-o a freqüentar as escolas.
Se continuar com a falta de infra-estrutura na educação, na saúde e na habitação serão senas como essas que continuaremos a ver e muitas famílias se perdendo por ser vitimas de um grupo que cresceram revoltados.
Não estou aqui defendendo o bandido e muito menos criticando a ação da policia, mas o investimento no ser humano é pouco, nessa vida ninguém nasce bandido, as pessoas não moram em área de risco por que querem e sim por que há uma grande necessidade e são forçadas a viver na miséria.
A falta de infra-estrutura na região norte é muito assustadora aqui não há nenhum comprometimento com HABITAÇÂO moradores há mais de 20 anos moram em alguns locais que hoje é considerada áreas de risco.
E com isso são removidas do local sem a garantia de uma moradia digna, e o pai de família acaba vendo seu filho crescendo em caminho errado e duvidoso.
Enquanto a nossa política brincar de faz de conta serão cenas como essas que iremos ver.
Apesar de que muitos olham a facilidade de ter grana sem ter que trabalhar levantar cedo e sujeitar as ordens de patrão, se deixa se levar pela ganância e encontra nos meios mais perversos como o assalto.
Mesmo quando tira de quem tem não justifica sua ação por que esta pegando algo que não é dele, mais o pior é quando tira de quem não tem muito e vive de um salário escravo para amenizar as suas dividas e ter sorte no que sobra para comprar alimento para as suas famílias.
Não justificando e nem querendo culpar as pessoas pelos os erros dos outros, na educação os alunos sai do ensino fundamental para o ensino médio seme analfabeto sem uma preparação para o mercado, lógico que não justiças por que existe profissional com bom emprego envolvido e falcatrua exemplo disso é o Juiz Nicolau o (Lalau).
Esta faltando investimento e muita boa vontade por que cadeia nesse país rende muita grana para os interessados em manter o povo preso.
No final das contas os dois lados sofrem as famílias que perdeu alguém pela tamanha violência e do outro lado as famílias que praticou a violência e ainda teve seu filho abatido pela policia ou preso pelo sistema.
O bandido do futuro no passado ele foi uma criança de sonhos que imaginou ser jogador de futebol, Ator, Bombeiro, medico e ate mesmo Policial, mas a sua forma de vida, sua infância e o principal convívio familiar fizeram com que ele andasse em outro caminho.
Quando pegamos nossos filhos no colo não imaginamos que ele crescera para ser bandido.
Não imaginamos que ele ira tirar a vida de outras pessoas causando imensa dor, não imaginamos que ele será abatido em um confronto, ninguém nasce bandido ou seu destino é para ser bandido por que no interior de cada um existe um caminho alternativo.
Basta querer mudar

Jair Ribeiro (Juquinha)


Apoio

Associação AVAS
Presidente Eduardo Santos (Netinho)
(PRR) Projeto Rede Rua
Fotos Cedidas Por Amaral PRR
Social News
Pastor Oséias
Produtora
M.G.Records Produções
Studios
Word Music
Projeto
Cine Brasilândia Cinema nas periferias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja os Telefones Uteis Clicando aqui

Cantinho do Leitor