A Voz do Povo

Anuncie Aqui

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Me sinto uma puta domestica

A violência contra a mulher é um dos fenômenos sócias mais absurdos e inaceitáveis.
É uma tática consciente para obter poder e controle sobre a mulher.
Quando acontece em ambiente familiar é uma fonte de medo, dano físico e psicológico à mulher e também às crianças, incluindo todos tipos de ameaças e privação de liberdade.
Eu me sinto uma puta domestica diz Marlene A. dias não tenho para onde eu ir não me preparei durante a minha vida para ser independente e seguir a minha vida sozinha, quem vai dar emprego para uma mulher com mais de 55 anos e acima do peso como?
Então eu tenho que me sujeitar ate que Deus faça uma obra na vida dele”.
Meus filhos sofre muito com isso então eu vivo dia após dias sem deixar meus filhos notarem
.

Essa será a minha próxima reportagem isso é so o começo do depoimento que o Jornal a Voz do Povo esta preparando para você leitor.

Jair Ribeiro (Juquinha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja os Telefones Uteis Clicando aqui

Cantinho do Leitor