A Voz do Povo

Anuncie Aqui

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Porteiro a Segurança do Condomínio


Com o crescimento urbano, viver em condomínios passou a ser uma tendência natural para otimizar espaços. Além disso, o alto custo de moradias individuais e a insegurança fazem com que as pessoas vivam e trabalhem, cada vez mais, em condomínios.
 Assim, os profissionais Porteiros têm sido muito valorizados e com o mercado de trabalho em crescimento, fato que pode ser comprovado em anúncios de emprego e agências de recrutamento.
 O trabalho desse profissional requer muita responsabilidade, exige conhecimentos específicos, habilidades para lidar com os moradores, fornecedores, visitantes e clientes além de estar atento a todas as situações que possam resultar em ocorrências de segurança.
 Cada empresa mostra aos seus profissionais sobre os cuidados com o patrimônio das empresas/condomínios; como controlar o fluxo de pessoas; como recepcionar e orientar pessoas; como receber e distribuir correspondências, materiais e equipamentos; como ter atitudes pró-ativas na prevenção e combate a incêndios; Demonstrar competências pessoais relacionadas ao comportamento ético e postura profissional.
 A maior parte das invasões a condomínios se dá pela portaria de pedestres, por falta de procedimentos corretos de segurança dos porteiros, 70% por causa de moradores que não segui adequadamente os padrões de segurança.
Por isso o treinamento do porteiro tem que ser adequado e fundamental.
A maioria das invasões de condomínio é por causa de morador que se quer liga para a segurança estabelecida pelo estatuto do condomínio muitas das vezes são condômino locatários que se quer importa em apresentar o identificador de seu veiculo.
Moradores que não se preocupa em manter funcionando os seus interfones e com isso dificultando o trabalho do porteiro induzindo á erros.
Esses fatos ocorrem sempre quando o condômino é punido com multas para que o condômino possa ser mais responsável com a própria segurança e a dos seus vizinhos.
Casos como esses vêm acontecendo constantemente em muitos condômino a preocupação é alarmante.
Nos filmes de suspense onde ocorre um crime brutal em uma mansão que é freqüentada por pessoas da alta sociedade e os criados como o porteiro, o mordomo, as cozinheiras e o motorista são os primeiro culpado te que se prove o contrario.
O Primeiro suspeito é o porteiro, mordomo, as cozinheiras e por últimos os convidados da alta sociedade.
 Para uma segurança de um condomínio é preciso trabalho em conjunto entre moradores e porteiros nessa luta de adversidades o porteiro precisa ser consciente por que cada morador passa ser um membro da família.
Muitas das vezes os valores que é levado, você pode conseguir outros com esforço e muito trabalho, mas nem sempre termina bem quando é surpreendido por marginais.
E foi pensando em você leitor que o Jornal A voz do Povo traz essa dica para os moradores e para os companheiros Porteiros que zela com responsabilidade da segurança de seus moradores.
  Procedimento com o visitante Ao atender visitantes, o portão somente pode ser aberto após: Avisar o morador e obter sua autorização; Na dúvida, solicitar ao morador para vir identificar tal visitante, mantendo-o ainda do lado de fora.
  Entrega de encomendas No caso de entrega de encomendas e delivery: Avisar o condômino e solicitar sua presença na portaria; Na ausência do condômino, receber registrar no livro se caso o correspondência for registrada e guardar para, posteriormente, ser retirado por um morador ou entregue por um funcionário; Jamais permitir que o entregador leve pessoalmente a encomenda.
  Prestadores de serviços: Avisar o condômino e só abrir a porta mediante autorização do morador. Depois que entrar, pedir crachá com foto e anotar os dados de seus documentos, se for prestador de serviço para o condomínio, só abrir a porta depois de autorizado pelo zelador.
 Também deve-se pedir o crachá e anotar os dados.
  Outros procedimentos Em caso de obras no condomínio, só permitir o acesso de funcionários listados pela empreiteira, portando crachá com foto. Em caso de dúvida, chamar o zelador.
Os porteiros e seus substitutos devem ser alertados quanto aos disfarces que os ladrões têm usado para invadir os condomínios.
Nos horários de limpeza e recolhimento de lixo, manter as entradas do edifício fechadas.
Na entrada ou saída de pessoas do condomínio, somente abrir o portão após verificar se não há suspeitos próximos.
Não devem aceitar a guarda de chaves das unidades e dos automóveis dos moradores.
Não comentar sobre a vida pessoal dos condôminos, como horários em que podem ser encontrados e outras informações.
É interessante que seja instalada uma linha telefônica na portaria, para que se possa acionar rapidamente a polícia ou os bombeiros em caso de emergência, sem depender do zelador - que pode não estar no condomínio na hora.
Neste caso, é conveniente pregar no telefone uma lista com o telefone da delegacia mais próxima, bem como do Corpo de Bombeiros e da conservadora do elevador.
CONFORTO É preciso pensar na segurança e no conforto do porteiro.
 Ficar trancado num espaço pequeno não é nada fácil.
Veja algumas dicas para melhorar o ambiente de trabalho.
A guarita precisa ser arejada. Locais abafados provocam mais sonolência.
Se o local for pequeno, o uso de ventiladores ou ar-condicionado é essencial, sobretudo durante o verão.
Estes equipamentos são fundamentais para um bom andamento do trabalho do profissional.
Geralmente os condomínios não disponibilizam estes equipamentos.
Um conceito errado ouvido pelos especialistas com freqüência é: se eu não tenho ar-condicionado em meu apartamento o porteiro pode ter?
O porteiro - ou qualquer profissional que trabalhe na guarita - está exercendo a sua atividade profissional e precisa ter um certo conforto para manter a sua eficiência.
Uma boa iluminação interna e externa é essencial.
A externa ajuda o porteiro a identificar quem está passando na região e a interna ajuda a evitar sonolência.
Outra medida é a compra de uma cadeira adequada.
O assento deve possuir regulagem de altura - e a altura máxima/mínima deve estar condizente com a altura da bancada - além de apoio para os braços.
Para os bancadas mais altas, recomenda-se também um assento com apoio para os pés.
Deve ser feita também uma verificação constante deste equipamento - pois é o assento é um equipamento. Isso evita eventuais ausências dos profissionais por dores musculares ou nas costas.
Bebedouro é fundamental para que o funcionário se mantenha hidratado, sobretudo em dias quentes.
  A empresa e o condomínio pode ser multados se a portaria não esteja adequada?
 Sim, a multa pode variar de 1.129 ufir a 3.884 ufir. Em caso de reincidência a multa sobe para 6.304 ufir. Porém a multa é o problema menos.
Caso um funcionário venha a contrair qualquer doença ocupacional, os empregadores respondem judicialmente pelo dano causado.
Indenizações e os custos processuais assumem valores elevadíssimos podendo comprometer a saúde financeira dos condomínios Risco de ação trabalhista: leia aqui sobre as condições mínimas de conforto exigidas pela CLT para o Local de Trabalho.
  TELEVISÃO Muitos condomínios disponibilizam televisão na portaria, alguns inclusive com serviço de TV por assinatura, mas isso não é visto como uma boa idéia pelos especialistas, já que pode distrair os profissionais.
Durante o dia, com diversos canais a disposição, o porteiro pode relaxar com os programas e se distrair, o que prejudica o trabalho.
Para quem faz a jornada noturna, além da distração, a TV provoca sonolência e, provavelmente, o porteiro irá dormir.
Alguns especialistas defendem que os porteiros dorminhocos sejam punidos com advertência, pois a falta de atenção compromete a segurança do condomínio.

Fotos e texto Jair Ribeiro (Juquinha) Jornalista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja os Telefones Uteis Clicando aqui

Cantinho do Leitor