A Voz do Povo

Anuncie Aqui

terça-feira, 26 de julho de 2016

A Miséria é um grande Negocio!


O proprietário tem um terreno há muitos anos e por que questões financeira ele deixa de pagar os seus impostos além de ter os impostos atrasados o terreno é improdutivo ou seja não se enquadra nas questões sociais.
O governo não tem se quer compromisso com a Habitação nesse país, sem falar que existe fraudes por trás das moradias, tanto pelos órgãos públicos, pelos movimentos e pelas pessoas que recebe esse beneficio de moradia.
Vamos por etapa para entender!
PROPRIETÁRIOS -> Deve uma soma enorme de impostos que muitas das vezes ultrapassa o valor do imóvel sem contar que o terreno é improdutível e desocupado o qual não tem nenhuma função social.
Em primeiro lugar, a Constituição relativizou o direito de propriedade. Ao mesmo tempo que o garante, ela também garante a sociedade que toda propriedade atenderá sua função social, e estabeleceu alguns mecanismo para isso, sem excluir outros.

Ou seja, o Estado DEVE (não é poder, mas dever) obrigar o proprietário de um imóvel a dar a sua propriedade uma finalidade, uma utilidade.
Antes da CF/88, adquirir um terreno para deixá-lo improdutivo era um direito, parte do direito de propriedade, e quem precisasse de um terreno para morar ou plantar que se ferrasse.
A Constituição garante à sociedade que a propriedade não ficará mais improdutiva e inútil, e estabeleceu um dever, uma obrigação aos proprietários, de dar uma finalidade ao que possuírem. E deu ao Estado o dever e os meios de garantir que isso ocorra.
A única forma de pressionar o governo e cumprir com o seu dever social de moradia é ocupando os terrenos e os prédios da cidade.


Ninguém quer casa de ninguém ou terras de ninguém, o prédio com dividas faraônicas desocupado enquanto o povo não tem onde morar e o governo habitacional se quer move para os menos favorecido e abre as portas para a especulação imobiliária.
Entidades e movimentos de moradia -> Alguma entidade (Movimentos de Moradia) que recruta as famílias que vem em busca de moradia se beneficia da miséria dessa gente  financeiramente na justificativa de oferecer uma inscrição na Habitação.
Alguns movimentos são sérios enquanto outros só pensa em valores arrecadados e assim tirando dessas pessoas o que eles não tem pra dá.

Locação das Unidades -> Alguns movimentos exploram financeiramente todas essas pessoas que vêm embosca de um teto.
Ocupações São divididas em varias unidades e locadas e locadas com taxa de inscrição para entrar na fila de espera da moradia.
As taxas de inscrições variam de 200,00 a 400,00 reais por família, o argumento usado é para cobrir as despesas do movimento.
Beneficiados -> os beneficiados por moradia alguns deles recebe o imóvel do governo do estado e passa para outros pela bagatela de Cinco a Trinta mil Reais e volta para a favela ou migra para seus estados de origem.
Não há uma fiscalização que impede tal negociação feita por esses beneficiados e essa deficiência continua se arrastando.

Impostos Atrasados -> o dinheiro de impostos desses imóveis atrasados poderia ser aplicado na saúde, na educação e saneamento básicos ao invés disso faz ao contrario.
Os proprietários de prédios e terrenos abandonados ou vazios podem ser notificados pela Prefeitura de São Paulo , Com a sanção do novo Plano Diretor Estratégico os imóveis e áreas particulares sem uso poderão ser até confiscados pela administração municipal futuramente.
Para ser considerado abandonado, um imóvel ou terreno precisa estar desocupado, com os impostos atrasados ou não estar conservado então não é invasão e sim ocupação.
http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/06/vence-prazo-para-saida-das-familias-de-predio-de-cinema-ocupado-em-sp.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja os Telefones Uteis Clicando aqui

Cantinho do Leitor